Chaves heurísticas da educação inclusiva

Autores

  • Aldo Ocampo González Centro de Estudos Latino-americanos sobre Educação Inclusiva (CELEI)

DOI:

https://doi.org/10.24115/S2446-622020206Especial948p.71-87

Palavras-chave:

Constelações analíticas, Nomadismo epistemológico, Exterioridade do trabalho teórico, Diálogo experimental. Epistemologia da educação inclusiva

Resumo

Neste artigo, analiso sete chaves heurísticas centrais para a educação inclusiva. Seu campo e domínio podem ser compreendidos em uma constelação analítica, nela cada ideia é autossuficiente, contém seu próprio poder e efeito diferenciador do resto de seus recursos construtivos. As constelações se expressam na ordem do descontínuo e no caráter contraditório que designa seu centro crítico a partir da convergência de sua ampla variedade de recursos epistemológicos/ construtivos. Em um primeiro momento, o leitor encontrará uma reflexão sobre os dilemas definidores da educação inclusiva, partindo do pressuposto de que esta, como categoria de análise enfrenta um determinado problema definidor, participa das relações estruturais de poder e das representações culturais que questiona. O trabalho conclui analisando o papel político-alterativo da frase, reconhecendo que é um conceito que nos desafia, nos fala sobre nós mesmos, sobre a nossa existência e, singularmente, sobre a nossa vida.

Biografia do Autor

Aldo Ocampo González, Centro de Estudos Latino-americanos sobre Educação Inclusiva (CELEI)

Chileno. Teórico e crítico educacional. Diretor Fundador do Centro de Estudos Latino-Americanos para a Educação Inclusiva (CELEI) . Aprovado o Doutoramento em Ciências da Educação com a Menção de Destaque 'Cum Laude', pela Universidade de Granada, Espanha. Aluno de doutorado vinculado ao Programa de Doutorado em Filosofia da Universidade de Granada, Espanha.

Publicado

2020-09-04

Como Citar

Ocampo González, A. . (2020). Chaves heurísticas da educação inclusiva. Laplage Em Revista, 6(Especial), p.71-87. https://doi.org/10.24115/S2446-622020206Especial948p.71-87

Edição

Seção

ARTIGOS DE DEMANDA CONTÍNUA