Desafios e encaminhamentos da educação infantil em Sorocaba/SP

Autores

  • Petula Ramanauskas Santorum e Silva UFSCar Sorocaba
  • Paulo Gomes Lima Universidade Federal de São Carlos - Campus Sorocaba

DOI:

https://doi.org/10.24115/S2446-622020206Especial947p.57-70

Palavras-chave:

Judicialização, Educação infantil, Sorocaba/SP, Políticas públicas para educação infantil

Resumo

O presente estudo é um recorte da dissertação “A judicialização na Educação Infantil entre ênfases, encaminhamentos e solicitações no município de Sorocaba/SP”. Mediante abordagem qualitativa, empregou-se a análise de conteúdo para tratamento dos dados. Para coleta dos dados os instrumentos utilizados foram: a) Roteiro de caracterização dos participantes, objetivando destacar as suas características e imersões quanto ao âmbito da educação infantil de 0 a 3 anos de idade nas creches municipais de tempo integral de Sorocaba/SP e b) Roteiro de entrevista com diretores de creches de Sorocaba/SP sobre a judicialização na educação infantil. Foram entrevistados 10 diretores de creche de tempo integral, considerando o seu aceite à participação na pesquisa, a partir do universo dos 20 convidados. O presente artigo objetiva identificou os desafios frente ao processo de judicialização nas creches sorocabanas e os caminhos apontados pelos respondentes necessários para resolução das questões.

Biografia do Autor

Petula Ramanauskas Santorum e Silva, UFSCar Sorocaba

Mestra em Educação UFSCar Sorocaba, membro do GEPLAGE

Paulo Gomes Lima, Universidade Federal de São Carlos - Campus Sorocaba

Doutor em Educação pela UNESP. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSCar - Campus Sorocaba. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFSCAR e do Departamento de Ciências Humanas e Educação.

Downloads

Publicado

2020-09-04

Como Citar

Silva, P. R. S. e, & Lima, P. G. . (2020). Desafios e encaminhamentos da educação infantil em Sorocaba/SP. Laplage Em Revista, 6(Especial), p.57-70. https://doi.org/10.24115/S2446-622020206Especial947p.57-70

Edição

Seção

ARTIGOS DE DEMANDA CONTÍNUA