Currículo e trabalho: concepções de professores de filosofia e sociologia de Sorocaba/SP

Palavras-chave: Currículo. Trabalho e educação. Filosofia. Sociologia. Região Metropolitana de Sorocaba (RMS).

Resumo

Este artigo apresenta resultados de pesquisa sobre a proposta curricular de ciências humanas do estado de São Paulo, disciplinas de Filosofia e Sociologia. Foram examinadas as concepções de trabalho e de trabalho pedagógico do currículo oficial e elas foram cotejadas com as de professores da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). A metodologia empregada fez uso da investigação bibliográfica, documental e de campo. Os documentos do Programa São Paulo Faz Escola foram analisados e aplicados questionários a 69 professores. Os resultados indicam que no currículo subjaz a concepção de trabalho como formação para o emprego, sustentado na perspectiva neoprodutivista. A ambiguidade das concepções dos professores reforça a abordagem neotecnicista do currículo. Conclui-se que o currículo do estado de São Paulo e as concepções e práticas dos docentes vivem tensionamentos teórico-metodológicos, mas asseguram a reprodução do discurso hegemônico do capital nos espaços escolares.

Biografia do Autor

Marcos Francisco Martins, Universidade Federal de São Carlos - Campus Sorocaba

Professor Associado da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) – DCHE (Departamento de Ciências Humanas e Educação), mestre e doutor em Educação pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), líder do GPTeFE (Grupo de Pesquisa Teorias e Fundamentos da Educação) e bolsista PQ-CNPq. 

João Henrique da Silva, Universidade Federal de Roraima - Campus Paricarana

Professor visitante da Universidade Federal de Roraima - campus Paricarana, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação. Licenciado em Filosofia e Pedagogia, mestre e doutor em Educação Especial. Membro do GPTeFE, Editor Adjunto do periódico Educação, Pesquisa e Inclusão (REPI). 

Silmara Aparecida Lopes, Universidade Federal de São Carlos - Campus Sorocaba

Licenciada em Filosofia e Pedagogia, mestre em Educação pela Uniso, doutoranda em Educação no PPGEd-So (UFSCar campus Sorocaba) e integrante do GPTeFE. 

Damaris Daiane Dias da Silva, Universidade Federal de São Carlos [UFSCar-So]

Licenciada em Pedagogia, mestranda em Educação no PPGEd-So e integrante do GPTeFE.

Paulete Zilli Silveira de Salles, Universidade Federal de São Carlos [UFSCar-So]

Graduanda em Pedagogia pela UFSCar - campus Sorocaba e integrante do GPTeFE.

Gislaine Gonçalves dos Santos, Universidade Federal de São Carlos [UFSCar-So]

Pedagoga, licenciada em História e pós-graduada em neuropsicopedagogia. É diretora de educação básica na prefeitura de Salto de Pirapora-SP e mestranda em educação no PPGEd-So.

Roberta Jorge Luz, IA-UNESP

Mestra em Arte na Área de Concentração de Arte e Educação (IA-UNESP) e doutoranda na mesma instituição. Especialista em Ensino, Linguagens da Arte e Dança e Consciência Corporal. Professora na rede Estadual de Ensino de São Paulo desde 2001, atualmente é Professora Coordenadora na Diretoria de Ensino de Sorocaba na área de Arte.

Luiza Pompeu Prado Moreira Moreau, Universidade Federal de São Carlos [UFSCar-So]

Graduada em Nutrição pela USP, especialista em pediatria pela UNICAMP e atualmente mestranda em educação no PPGEd-So. Integrante dos grupos de pesquisa GPTeFE e Histedbr, ambos da UFSCar campus Sorocaba. É tutora dos cursos superiores de Saúde na Faculdade Anhanguera de Itapetininga.

Publicado
2020-05-28
Como Citar
Martins, M. F., Silva, J. H. da, Lopes, S. A., Silva, D. D., Salles, P., Santos, G., Luz, R. J., & Moreau, L. (2020). Currículo e trabalho: concepções de professores de filosofia e sociologia de Sorocaba/SP. Laplage Em Revista, 6(2), p.161-173. https://doi.org/10.24115/S2446-6220202062916p.161-173