A gestão gerencial e seus desdobramentos na educação pública estadual de Goiás

Palavras-chave: Estado gerencial. Organizações sociais. Parceria público-privada. Educação pública estadual.

Resumo

Este artigo objetiva contribuir para a discussão do estado gerencial e suas práticas de gestão por resultados na educação pública goiana, a partir da década de 2000, tendo como foco as organizações públicas não estatais, ou Organizações Sociais. Nesse sentido, a gestão pública, ao buscar a eficiência de seus serviços transfere suas responsabilidades sociais para setores da sociedade, mediante contratos de gestão em parcerias público-privadas. No âmbito da educação, em específico no estado goiano, estas parcerias se encontram nos programas e ações do governo estadual. A análise dos Planos Plurianuais (2000 a 2007; 2012 a 2019) no governo Marconi Perillo e os encaminhamentos dados pela secretaria estadual de educação demonstram seu alinhamento a esta proposta dando condições para que as Organizações Sociais, como parceiras, venham se consolidando ao longo da década até aos dias atuais, apesar de posicionamentos contrários por parte dos profissionais da educação, alunos e outras entidades.

Biografia do Autor

Elizabeth Gottschalg Raimann, Universidade Federal de Jataí/GO

Pedagoga, doutora em educação; professora de graduação no curso de Pedagogia e pós-graduação no Mestrado em Educação da Universidade Federal de Goiás/ Regional Jataí (em fase de transição para Universidade Federal de Jataí/GO).

Soraia Rodrigues Chaves, Universidade Federal de Jataí/GO

Pedagoga, mestranda em educação; professora efetiva da Fundação Educacional de Jataí/Goiás, exerce a docência na educação municipal e na graduação  do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Goiás/ Regional Jataí – UFG - (em fase de transição para Universidade Federal de Jataí/GO). 

Publicado
2020-05-28
Como Citar
Raimann, E., & Chaves, S. (2020). A gestão gerencial e seus desdobramentos na educação pública estadual de Goiás. Laplage Em Revista, 6(2), p.137-148. https://doi.org/10.24115/S2446-6220202062914p.137-148