Educação para a cidadania no currículo espanhol

antecedentes históricos e razões para sua implementação

Palavras-chave: Educação para a cidadania. Curriculum. Formação. Legislação. Espanha.

Resumo

A formação para a cidadania não é assunto novo, incorporada pela primeira vez na Espanha na Lei Orgânica da Educação (LOE) de 2006, mas uma constante que parte da institucionalização do sistema educacional. A educação para a cidadania, tópico implementado no curriculum espanhol (LOE), em resposta aos mandatos constitucionais que vieram das Nações Unidas e do Conselho da Europa, a fim de ampliar e consolidar a chamada cidadania democrática. O objetivo deste artigo é estudar os princípios, atitudes, valores e competências das principais normas do século XIX, relacionados ao que hoje se entende por Educação para a Cidadania à luz da legislação educacional vigente. A análise verificará como os regulamentos do sistema educacional espanhol dos séculos XIX, XX e XXI se preocuparam com a formação de cidadãos responsáveis, críticos e participativos.

Biografia do Autor

Erika González García, Universidad de Granada [UGR]

Profesora Contratada Doctora. Doctora en Pedagogía-Mención Internacional. Departamento de Pedagogía. Facultad de Ciencias de la Educación. Universidad de Granada. Campus Universitario La Cartuja, S/N. 18071 Granada (España).

Publicado
2020-05-28
Como Citar
González García, E. (2020). Educação para a cidadania no currículo espanhol. Laplage Em Revista, 6(2), p.95-107. https://doi.org/10.24115/S2446-6220202062911p.95-107