Políticas educativas nos tempos actuais: desafios e paradoxos

Palavras-chave: Política, educação, sociedade de risco, ciencia política

Resumo

Este artigo propõe-se partilhar uma reflexão crítica sobre as políticas educativas na atualidade fundamentando tal reflexão na experiência vivida em organizações internacionais, no trabalho realizado em vários domínios da atividade académica e, evidentemente, em trabalhos de autores cujas publicações acompanhamos, com particular destaque para a nossa área de referência, a sociologia. Parece-nos ser de fundamental importância, para a análise das políticas educativas, a sua contextualização nas sociedades atuais e nas suas características. É tempo de resgatar as relações Educação (formal e não formal) e Sociedade. A transferência de centros de poder na definição de políticas educativas, entre o nível nacional e o global, com particular enfoque para o papel de organismos internacionais, os desafios da educação na atualidade e realidades desencontradas que nos interpelam, estarão no centro deste texto. Vivemos tempos incertos que nos suscitam muitas questões críticas.  Centramo-nos nas que estão ao nosso alcance e campo profissional.  

Biografia do Autor

Ana Benavente, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias [ULHT]

Professora Catedrática da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias [ULHT]– PT. Investigadora do CeiED; Campo Grande, Lisboa- PT.

Sónia Vladimira Correia, Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias [ULHT]

Professora Auxiliar da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias [ULHT]– PT. PhD, Investigadora do CeiED; Campo Grande, Lisboa - PT. 

Publicado
2020-05-28
Como Citar
Benavente, A., & Correia, S. V. (2020). Políticas educativas nos tempos actuais: desafios e paradoxos. Laplage Em Revista, 6(2), p.7-18. https://doi.org/10.24115/S2446-6220202062906p.7-18