Gestão escolar: contextos e perspectivas dialogais

Autores

Resumo

O presente dossiê, organizado pelos professores Joaquim Gonçalves Barbosa (UFSCar/UERN), Rosana Batista Monteiro (UFSCar)  e Iracema Santos do Nascimento (USP), é um recorte de manifestações possíveis de espaços de diálogo e aperfeiçoamento de contextos que são e fazem diferença na vida dos cidadãos, enquanto sujeito de direitos (e deveres). Nessa projeção, os trabalhos desenvolvidos um a um,  desde de sua proposta inicial às considerações finais são realistas, cada um e à sua maneira, conferem pistas de que a educação tem jeito, ou seja, não pode ser projeto top-down de determinado governo ou de políticas contencionistas, cuja preocupação é o cunho economicista,  mas, orientado em sua essência para dimensionar a garantia do direito, ainda que dentro de determinados eixos de discussão; visto se entender que há possibilidade de desdobramentos das pautas e agendas políticas, consoante o amadurecimento e luta social pelos mesmos.

Biografia do Autor

Paulo Gomes Lima, Universidade Federal de São Carlos -UFSCAR - Campus Sorocaba

Doutor em Educação Escolar pela UNESP de Araraquara/SP. Pós-Doutor pela UNICAMP. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Departamento de Ciências Humanas e Educação [DCHE].

Referências

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1970.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação. Cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo, Paz e Terra, 2000.

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

Lima, P. G. (2019). Gestão escolar: contextos e perspectivas dialogais. Laplage Em Revista, 5(especial), p.1-2. Recuperado de https://www.laplageemrevista.ufscar.br/index.php/lpg/article/view/772