Nova gestão pública e as consequências da responsabilização na gestão educacional

Allan Solano Souza

Resumo


O presente trabalho tem como fundamento uma perspectiva sociológica, objetivando contribuir com uma reflexão crítica sobre as implicações desse modelo gerencial na gestão educacional. Os caminhos percorridos para essa construção consistiram na leitura do referencial teórico e na exploração do documento do CLAD. Constatou-se que as estratégias de responsabilização são respostas provisórias da Nova Gestão Pública à crise do modelo burocrático. As políticas educacionais brasileiras têm se incorporado com mais intensidade a partir da década de 1990 e se expandido ao longo dos anos 2000, principalmente considerando as consequências dos resultados das avaliações externas para os sistemas educacionais e o seu uso na gestão educacional.


Palavras-chave


Crise do modelo burocrático. Nova gestão pública. Responsabilização. Gestão educacional.

Texto completo:

PDF

Referências


ABRUCIO, F.L. Responsabilização pela competição administrada. In: BRESSER-PEREIRA, L.C.; GRAU, N.C. Responsabilização na Administração Pública. São Paulo: CLAD; Fundap, 2006. p. 217-262.

AFONSO, A.J. Recuo ao cientificismo, paradoxos da transparência e corrupção em educação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 41, n. spe, p. 1313-1326, dez. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022015001001313&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 29 mai2019.

ANASTASIA, F. Responsabilização pelo controle parlamentar. In: BRESSER-PEREIRA, L.C.; GRAU, N.C. Responsabilização na Administração Pública. São Paulo: CLAD; Fundap, 2006. p. 113-164.

ARAÚJO, M.A. Responsabilização pelo controle de resultados no Sistema Único de Saúde no Brasil. Revista Panam Salud Publica, Washington, v. 3, n. 27, p. 230-236, 2010. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/rpsp/2010.v27n3/230-236/. Acesso em: 29 mai.2019.

BALL, S.; MAINARDES, J. (Org.). Políticas educacionais: questões e dilemas. São Paulo: Cortez, 2011.

BRESSER-PEREIRA, L.C. Da administração pública burocrática à gerencial. Revista do Serviço Público, Brasília, v. 120, n. 1, jan.-abr. 1996. Disponível em: http://www.bresserpereira.org.br/papers/1996/95.AdmPublicaBurocraticaAGerencial.pdf. Acesso em: 29 mai.2019.

BRESSER-PEREIRA, L.C.; GRAU, N.C. Responsabilização na Administração Pública. São Paulo: CLAD; Fundap, 2006.

BROOKE, N. O futuro das políticas de responsabilização Educacional no Brasil. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 36, n. 128, maio/ago. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/cp/v36n128/v36n128a06.pdf. Acesso em: 29 mai.2019.

CLAD. La responsabilización en la nueva gestión pública latinoamericana. Buenos Aires: Eudeba, 2000.

GRAU, N. Responsabilização pelo controle social. In: BRESSER-PEREIRA, L.C.; GRAU, N.C. Responsabilização na Administração Pública. São Paulo: CLAD; Fundap, 2006. p. 263-30?.

GROISMAN, E.; LERNER, E. Responsabilização pelos Controles Clássicos. In: BRESSER-PEREIRA, L.C.; GRAU, N.C. Responsabilização na Administração Pública. São Paulo: CLAD; Fundap, 2006. p. 71-112.

HALL, D.; GUNTER, H. M. A nova gestão pública na Inglaterra: a permanente instabilidade da reforma neoliberal. Educação e Sociedade, Campinas, v. 36, n. 132, p. 743-758, set. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302015000300743&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 29 mai.2019.

HONORATO, H.G. A gestão escolar e a liderança do diretor: desafios e oportunidades. Revista de Administração Educacional, Recife, v. 9 n. 2 p. 21-37, jul./dez. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/ADED/article/download/239949/31474. Acesso em: 29 mai.2019.

HOOD, C. The “new public management” in the 1980: variations on a theme. Accounting, Organizations and Society, v. 20, n.3, p. 93-109, 1995. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.464.4899&rep=rep1&type=pdf. Acesso em: 29 mai.2019.

PIMENTA, R.C. Responsabilização na administração pública brasileira: estrutura e relações no campo da função pública. 2009. Tese (Doutorado em Administração) – Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Centro de Formação Acadêmica e Pesquisa, Rio de Janeiro, 2009.

PINHO, J.A.G.; SACRAMENTO, A.R.S. Accountability: já podemos traduzi-la para o português? Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, n. 43, v. 6, p. 1343-1368, nov./dez. 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rap/v43n6/06.pdf. Acesso em: 29 mai.2019.

QUIRÓS, M.M. Responsabilização pelo controle de resultados. In: BRESSER-PEREIRA, L.C.; GRAU, N.C. Responsabilização na Administração Pública. São Paulo: CLAD; Fundap, 2006. p. 165-216.

ROCHA, A.C. Accountability na administração pública: modelos teóricos e abordagens. Revista de Contabilidade, Gestão e Governança, Brasília, v. 14, n. 2, p. 82-97, maio/ago. 2011. Disponível em: https://www.revistacgg.org/contabil/article/download/314/pdf_162. Acesso em: 29 mai.2019.

SANTOS, B.S. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. Porto: Afrontamento, 2006. 464p.

SCHENEIDER, M.P.; NARDI, E.L. O potencial do IDEB como estratégia de accountability da qualidade da educação básica. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Recife, v. 29, n. 1. p. 15-26, 2013. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/rbpae/article/view/42819/27119. Acesso em: 29 mai.2019.

SOUZA, A.S. Responsabilização na administração da educação: a política de responsabilidade educacional como engrenagem de controle de resultados. 2016. 315f. Tese (Doutorado em Educação) – Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/jspui/bitstream/123456789/22697/1/Responsabiliza%c3%a7%c3%a3oAdministra%c3%a7%c3%a3oEduca%c3%a7%c3%a3o_Souza_2016.pdf. Acesso em: 29 mai.2019.

VERGER, A.; NORMAND, R. Nueva gestión pública e educación: elementos teóricos y conceptuales para el estúdio de un modelo de reforma educativa global. Educação e Sociedade, Campinas, v. 36, n. 132, p. 573-840, jul./set. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v36n132/1678-4626-es-36-132-00599.pdf. Acesso em: 29 mai.2019.

VIEIRA, S.L.; VIDAL, E.M. Liderança e gestão democrática na educação pública brasileira. Revista Eletrônica de Educação, São Carlos-SP, v. 13, n. 1, p. 11-25, jan./abr. 2019. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/viewFile/3175/783. Acesso em: 29 mai.2019.

WEBER, M. Os fundamentos da organização burocrática: uma construção do tipo ideal. In: CAMPOS, E. Sociologia da Burocracia: organização, introdução e tradução de Edmundo Campos. 4. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1978. p. 15-28. (Biblioteca de Ciências Sociais).




DOI: https://doi.org/10.24115/S2446-622020195especial774p.7-17

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Esta obra está licenciado com uma Licença CreativeCommons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

ISSN:2446-6220

Indexadores/Indexing

 SEER - Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas *Google Acadêmico * Worldcat - Laplage em Revista * Diadorim * DOAJLatindex *Journal TOCS  *Livre - Revistas de Acesso Livre *Sumarios.org  *Portal de Periódicos CAPES/MEC *Open Academic Journal Index - OAJI *BASE - Bielefeld Academic Research Engine *Portal de Periódicos da UFSCAR *REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) *MIAR- Information Matrix for the Analysis of Journals *Catálogo Colectivo do Reino Unido (COPAC) *ZDB - Catálogo Coletivo (Alemanha) *SHERPA ROMEO - Open Acess to research *Ulrichweb Global Serials Directory *RCAAP -Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal *ERIH PLUS - European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences *ROAD - Directory of Open Acess Schorlay Resources *ISSN - International Standard Serial Number  (international Centre) - CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - Clarivate Analytics (WEB OF SCIENCE)- Edubase (SBU/UNICAMP) - IRESIE - REDALYC