Em tempos sombrios, a produção acadêmica brasileira sobre alfabetização: avaliação da qualidade e impacto científico e social

Maria do Rosario Mortatti

Resumo


Visando a contribuir para avaliação crítica da qualidade e do impacto científico e social da produção acadêmica brasileira sobre alfabetização, problematiza-se a correlação entre teses/dissertações e artigos sobre o tema, em periódicos avaliados pela CAPES. Destacam-se os seguintes aspectos: apesar de avanços quantitativos, é ainda incipiente a circulação desse conhecimento como “produção qualificada”; apesar da relativa pluralidade de enfoques analíticos decorrentes da característica interdisciplinar do tema, vêm sendo reiterados objetos de estudo e resultados semelhantes, com dispersão do possível impacto social e científico; é necessária definição conjunta de ações para proposição de novos problemas e objetos, discussão de finalidades científicas e sociais, relação com agências financiadoras e políticas públicas, ampliação/fortalecimento de espaços de discussão, veículos e formas de divulgação do conhecimento sobre o tema.


Palavras-chave


Alfabetização no Brasil. Produção acadêmica. Impacto científico e social.

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, T. W.; HORKHEIMER, M. Dialética do Esclarecimento. Trad. G. A. Almeida. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

BRASIL. CAPES. Ações da Capes para a formação e a valorização dos professores da educação básica do Brasil. Políticas Capes. Brasília: INEP/RBPG, Brasília, v. 9, n. 16, p. 181 - 209, abril de 2012.

BRECHT, B. Aos que vão nascer. In: ______. Poemas: 1913-1956. Sel. e trad. Paulo C. Souza. 4. ed. São Paulo: Brasiliense, 1990. p. 214-216.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 25. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.

HOBSBAWM, E. Introdução – Inventando tradições. In: HOBSBAWM, E.; RANGER Terence. A invenção das tradições. Trad. C. Cavalcante. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984. p. 1-14.

LIMA, G. M. R.; WOOD JR, T. Estudo do impacto social da produção das linhas de pesquisa e dos centros de estudo da FGV-EAESP. Disponível em: http://www.academia.edu/2246920/ESTUDO_DO_IMPACTO_SOCIAL_DA_PRODUCAO_DAS_LINHAS_DE_PESQUISA_E_DOS_CENTROS_DE_ESTUDO_DA_FGV-EAESP_Fichamento_da_Literatura. Acesso em: 15 nov. 2013.

MACIEL, F. I. P.. Alfabetização: pesquisas, dados, análise. In: MORTATTI, Maria do Rosário Longo; FRADE, Isabel Cristina Alves da Silva. Alfabetização e seus sentidos: o que sabemos, fazemos e queremos? São Paulo: Ed. UNESP; Marília: Oficina Universitária, 2014.

MAGNANI, M. R. M. Em sobressaltos: formação de professora. Campinas: Ed. UNICAMP, 1003.

¬¬¬¬ MAGNANI, M. R. M. Os sentidos da alfabetização: a questão dos métodos e a constituição de um objeto de estudo (São Paulo - 1876/1994). Tese (Livre-docência em Metodologia da Alfabetização) - Universidade Estadual Paulista – Faculdade de Ciências e Tecnologia, Presidente Prudente, 1997.

MCNUTT, M. Ciência brasileira tem de ser mais ousada, diz editora-chefe da Science. 2013. Disponível em: http://agencia.fapesp.br/18309. Acesso em: 03 dez. 2013.

MORTATTI, M. R. L. Os sentidos da alfabetização. São Paulo – 1876/1994. São Paulo: Ed. UNESP; Brasília: MEC/INEP/COMPEd, 2000.

MORTATTI, M. R. L. Alfabetização no Brasil: conjecturas sobre as relações entre políticas públicas e seus sujeitos privados. Rev. Bras. Educ. [online], vol.15, n.44, p. 329-341, 2010.

MORTATTI, M. R. L. Bibliografia brasileira sobre história do ensino de língua e literatura no Brasil - 2003-2011 (CNPq). Marília: UNESP-Marília, 2012. (digitado).

MORTATTI, M. R. L. Um balanço crítico da "Década da Alfabetização" no Brasil. Cad. CEDES [online]., vol.33, n.89, p. 15-34, 2013.

MORTATTI, M. R. L. (Org.). Alfabetização no Brasil: uma história de sua história. São Paulo: Cultura Acadêmica: Marília: Oficina Universitária, 2011.

MORTATTI, M. R. L.; OLIVEIRA, F. R.; PASQUIM, F. R.. Meio século de produção acadêmica brasileira sobre alfabetização: avanços, contradições e desafios. Interfaces, UEMS, p. 6 - 31, 2014.

MORTATTI, M. R. L. Produção acadêmica sobe alfabetização: avaliação da qualidade e impacto científico e social. In: MORTATTI, M. R. L.; FRADE, I. C. A. (Orgs.) Alfabetização e seus sentidos: o que sabemos, fazemos e queremos? Marília: Oficina Universitária; São Paulo: Editora Unesp, 2014. (Auxílio financeiro FAPESP e ABAlf).

MORTATTI, M. R. L. Notas sobre formação de pesquisadores e produção acadêmica brasileira (sobre alfabetização). In: ASSOLINI, F. E. P.; PIMENTA, L. A; CARRARI, C.. (Entre)laçamentos discursivos: teoria e prática pedagógicas. Curitiba; CRV, 2018. p. 15-28.

SCHEKMAN, R. How journals like Nature, Cell and Science are damaging science. Disponível em: http://www.theguardian.com/commentisfree/2013/dec/09/how-journals-nature-science-cell-damage-science. Acesso em: 30 dez. 2013.

SAN FRANCISCO. Declaration on Research Assessment (DORA). Dez. 2012. Disponível em: http://am.ascb.org/dora/. Acesso em: 15 nov. 2013.

SCIENTIFIC ELETRONIC LIBRARY ONLINE. Disponível em: http://www.scielo.org/php/index.php. Acesso em: 15 nov. 2013.

SciELO em perspectiva. 2013. Disponível em: https://blog.scielo.org/blog/2013/07/16/declaracao-recomenda-eliminar-o-uso-do-fator-de-impacto-na-avaliacao-de-pesquisa/#.WuMnJojwY2x. Acesso em: 05 Maio 2014.

SGUISSARDI, V. Produtivismo acadêmico. In: OLIVEIRA, D. A.; DUARTE, A. M. C.; VIEIRA, L. M. F. (Orgs.). Dicionário de trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte; Faculdade de Educação/UFMG, 2010. CD ROM. Disponível em http://www.gestrado.net.br/pdf/336.pdf. Acesso em: 10 nov. 2013.

SOARES, M. As muitas facetas da alfabetização. Cadernos de Pesquisa. n. 52, p. 19-24, 1985.

SOARES, M. Alfabetização no Brasil: o estado do conhecimento. Brasília: MEC/INEP/REDUC, 1989.

SOARES, M. Pesquisa em Educação no Brasil – continuidades e mudanças. Um caso exemplar: a pesquisa sobre alfabetização. Perspectiva, Florianópolis, v. 24, n. 2, p. 393-417, jul./dez. 2006.

SOARES, M. B.; MACIEL, F. Alfabetização. Brasília-DF: MEC/INEP/COMPED., 2000. (Série Estado do Conhecimento nº. 1). Disponível em: http://www.mec.inep.gov.br, 2000. Acesso em: 15 nov. 2013.

THIEL, V. Entrevista. Disponível em: http://laboratorio.folha.blog.uol.com.br/arch2011-10-16_2011-10-22.html. Acesso em: 18 out. 2013.




DOI: https://doi.org/10.24115/S2446-6220201842469p.8-26

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Esta obra está licenciado com uma Licença CreativeCommons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

ISSN:2446-6220

Indexadores/Indexing

 SEER - Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas *Google Acadêmico * Worldcat - Laplage em Revista * Diadorim * DOAJLatindex *Journal TOCS  *Livre - Revistas de Acesso Livre *Sumarios.org  *Portal de Periódicos CAPES/MEC *Open Academic Journal Index - OAJI *BASE - Bielefeld Academic Research Engine *Portal de Periódicos da UFSCAR *REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) *MIAR- Information Matrix for the Analysis of Journals *Catálogo Colectivo do Reino Unido (COPAC) *ZDB - Catálogo Coletivo (Alemanha) *SHERPA ROMEO - Open Acess to research *Ulrichweb Global Serials Directory *RCAAP -Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal *ERIH PLUS - European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences *ROAD - Directory of Open Acess Schorlay Resources *ISSN - International Standard Serial Number  (international Centre) - CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - Clarivate Analytics (WEB OF SCIENCE)- Edubase (SBU/UNICAMP) - IRESIE - REDALYC