Autonomia e gestão universitária em tempos de crise: o caso das universidades estaduais do Paraná

Tania da Costa Fernandes, Ronaldo Gaspar

Resumo


Por meio da exposição de aspectos da autonomia administrativa e de gestão financeira e patrimonial na legislação brasileira, bem como da situação das universidades estaduais do Paraná, objetivou-se refletir sobre as implicações da ingerência estatal na gestão acadêmica e, por conseguinte, as consequências deletérias para que as universidades cumpram com seus fins precípuos: o ensino, a pesquisa e a extensão. Numa investigação bibliográfica e documental, analisaram-se aspectos jurídicos da autonomia universitária e as complexas questões que dificultam a consolidação da autonomia nas Instituições de Ensino Superior brasileiras – em particular, nas paranaenses. Tratou-se de aspectos relativos às atividades-meio: autonomia administrativa e de gestão financeira e patrimonial. Salientou-se os controversos interesses econômicos e políticos envolvidos na manutenção das universidades. Por fim, concluiu-se que, para que as universidades sejam eficientes na busca de seus verdadeiros fins, é fundamental que a legislação e a administração estatal lhes garantam autonomia em suas atividades-meio.

Palavras-chave


Autonomia Universitária. Gestão. Universidade Pública. Paraná.

Texto completo:

PDF

Referências


ANÍBAL, Felipe; RIBEIRO, Diego. Um ano depois da "Batalha do Centro Cívico". Gazeta do Povo, 29 abr. 2016. Disponível em: < http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/especiais/batalha-do-centro-civico/index.jpp > Acesso em 24 ago. 2017.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm > Acesso em 23 Ago. 2017.

BRASIL, LDB. Lei 9394/96 – Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm > Acesso em: 25 Ago. 2017.

BULGARELI, Marcelo. Acaba a maior greve da história do Brasil. O diário.com, Maringá, 05 mar. 2002. Disponível em < http://maringa.odiario.com/maringa/2002/03/acaba-a-maior-greve-da-historia-do-brasil/33251/ > Acesso em 23 ago. 2017.

FERNANDES, Florestan. A revolução burguesa no Brasil: ensaio de interpretação sociológica. São Paulo, Globo, 2005.

FRAGA, Plínio. Crônica de uma crise anunciada. Valor, Rio de Janeiro, 18 ago. 2017. Disponível em < http://www.valor.com.br/cultura/5084582/cronica-de-uma-crise-anunciada > Acesso em 20 ago. 2017.

GIANNOTTI, Arthur. A universidade em ritmo de barbárie. São Paulo, Editora Brasiliense, 1986.

KARLING, Argemiro A. Autonomia: condição para uma gestão democrática. Maringá, EDUEM, 1997.

LEITE, Fábio; PALHARES, Isabela. Estado repassa menor valor em 7 anos para USP, Unesp e Unicamp. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 19 mai. 2016. Disponível em: < http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,crise-faz-estado-repassar-menor-valor-em-7-anos-para-usp--unesp-e-unicamp,10000052179 > Acesso em 19 ago. 2017.

MACEDO, Isabella. Deputado propõe extinção da UNILA e redução da UFPR. Congresso em foco. Brasília, 23 jul. 2017. Disponível em: < http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/deputado-propoe-extincao-da-unila-e-reducao-da-ufpr/ > Acesso em 26 ago. 2017.

O acórdão. Revista da ADUEL. Londrina, ADUEL, 2003. Disponível em: < sites.uem.br/autonomia/acordao-de-1992/at_download/file > Acesso em 21 ago. 2017.

PINHO, Ângela. 'Universidade do Lula' criada para receber africanos vive crise no sertão. Folha de São Paulo, São Paulo, 04 set. 2017. Disponível em: < http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2017/08/1910903-universidade-do-lula-criada-para-receber-africanos-vive-crise-no-sertao.shtml > Acesso em 26 ago. 2017.

RAGO FILHO, Antonio. O ardil do politicismo: do bonapartismo à institucionalização da autocracia burguesa. Proj. História, São Paulo, (29) tomo 1, p. 139-167, dez. 2004. Disponível em: < https://revistas.pucsp.br/index.php/revph/article/viewFile/9950/7390 > Acesso em 10 ago. 2017.

RANIERI, Nina. Autonomia universitária: as universidades públicas e a Constituição federal de 1988. São Paulo, EDUSP, 1994.

SENADO FEDERAL. Brasil ainda longe dos líderes. Em discussão. Revista de audiências públicas do Senado Federal. Brasília, SEEP, 2012. Disponível em: < http://www.senado.gov.br/NOTICIAS/JORNAL/EMDISCUSSAO/upload/201203%20-%20setembro/pdf/em%20discuss%C3%A3o!_setembro_2012_internet.pdf > Acesso em 27 ago. 2017.




DOI: https://doi.org/10.24115/S2446-6220201841432p.215-224

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Esta obra está licenciado com uma Licença CreativeCommons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

ISSN:2446-6220

Indexadores/Indexing

 SEER - Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas *Google Acadêmico * Worldcat - Laplage em Revista * Diadorim * DOAJLatindex *Journal TOCS  *Livre - Revistas de Acesso Livre *Sumarios.org  *Portal de Periódicos CAPES/MEC *Open Academic Journal Index - OAJI *BASE - Bielefeld Academic Research Engine *Portal de Periódicos da UFSCAR *REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) *MIAR- Information Matrix for the Analysis of Journals *Catálogo Colectivo do Reino Unido (COPAC) *ZDB - Catálogo Coletivo (Alemanha) *SHERPA ROMEO - Open Acess to research *Ulrichweb Global Serials Directory *RCAAP -Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal *ERIH PLUS - European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences *ROAD - Directory of Open Acess Schorlay Resources *ISSN - International Standard Serial Number  (international Centre) - CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - Clarivate Analytics (WEB OF SCIENCE)- Edubase (SBU/UNICAMP) - IRESIE - REDALYC