Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação e a pesquisa na universidade brasileira: implicações geopolíticas

Angelo Del Vechio

Resumo


Este artigo aborda a constituição do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, pondo foco analítico nos aspectos geopolíticos envolvidos não apenas na criação do sistema, mas também nas mudanças que ele sofreu nas últimas quatro décadas. Um dos agentes desse sistema, as universidades, recebe principal atenção, colocando em evidência o percurso contraditório dessas instituições em relação aos fundamentos do SNCTI, voltados à inserção do país como potência regional, num contexto regido por um processo de globalização pautado na via dos mercados. Nesse sentido, evidenciamos o papel pró-cíclico da universidade brasileira na atualidade, que a torna pouco receptiva às principais questões nacionais. 


Palavras-chave


Brasil. Geopolítica. Sistema Nacional de Ciência. Tecnologia e Inovação.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA FILHO, N. de. Rankings, Vikings, Master & Colleges: dilemas da universidade brasileira no contexto a internacionalização. In: Diálogos entre Anísio e Darcy: o projeto da UnB e a educação brasileira. VILLAR, J. L.; CASTIONI, R. (orgs.). Brasília: Verbena, 2012. p. 218-243

BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (BNDE). E ele voltou... o segundo governo Vargas. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br/producao/dossies/AEraVargas2/artigos/EleVoltou/BNDE. Acessado em 15/08/2017.

BANDEIRA, L. A. de V. M. Estado Nacional e Política Internacional na América Latina: o continente nas relações Argentina – Brasil (1930-1992). São Paulo: Ensaio, 1993.

BRASIL. Lei n° 5.540, de 28/11/68. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1960-1969/lei-5540-28-novembro-1968-359201-publicacaooriginal-1-pl.html. Acessado em: 15/07/2017.

BRASIL. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação | 2016-2019. Brasília: 2016. Disponível em: http://www.mcti.gov.br/documents/10179/1712401/Estrat%C3%A9gia+Nacional+de+Ci%C3%AAncia%2C%20Tecnologia+e+Inova%C3%A7%C3%A3o+2016-2019/0cfb61e1-1b84-4323-b136-8c3a5f2a4bb7. Acessado em: 15/07/2017.

BRASIL. Parecer 977/65, do Conselho Federal de Educação, Disponível em: http://capes.gov.br/images/stories/download/avaliacao/avaliacao-n/Parecer-977-1965.pdf. Acessado em 15/07/2017.

CNPq. Conselho Nacional de Pesquisa. Anos 70. Disponível em: http://cnpq.br/anos-70. Acessado em 15/07/2017.

D’ARAÚJO, M. C.; CASTRO, C. (orgs.). Ernesto Geisel. Rio de Janeiro: Editora da FGV, 1997.

DEPOIMENTO do Comandante do Exército, general Eduardo Vilas Boas. Comissão de Relações Exteriores do Senado Federal. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=xxFRf_Wj5Ec. Acessado em 15/07/2017.

FUNDAÇÃO de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Engrenagem em movimento. São Paulo: Pesquisa Fapesp, no. 252, fevereiro/2017, p. 36-39.

HOSTINS, R. C. L. Os Planos Nacionais de Pós-graduação (PNPG) e suas repercussões na Pós-graduação brasileira. In: Perspectiva, Florianópolis, v. 24, n. 1, p. 133-160, jan/jun. 2006.

MAFRA, J.; ROMÃO, J.E.; SANTOS, E. (org.). Universidade popular – teorias, práticas e perspectivas. Brasília: Líber Livro, 2013.

MAGALHÃES, J.; GUEIROS, J. A. O último tenente. Rio de Janeiro: Editora Record, 1996.

MARTINS, C.B. Nota do Organizador. In: MARTINS, C. B. (org.). Para onde vai a pós-graduação em ciências sociais no Brasil. Bauru, SP: Edusc, 2005.

MIGNOLO, W. Histórias locais, projetos globais. Belo Horizonte: UFMG, 2003.

MORAES, R. Pesquisa na universidade: qual e para que? In: DEL VECCHIO, A. et al. "Ciências humanas em debate." Coleção PROPe Digital (UNESP); São Paulo: 2013. pp. 73-78.

QUAL a finalidade da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (United States Agency for International Development)? Disponível em: https://www.stive.com.br/4405-agencia-dos-estados-unidos-para-o-desenvolvimento-internacional-united-states-agency-for-international-development.html. Acessado em 15/07/2017.

QUIJANO, A. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina., Lima: Centro de Investigaciones Sociales (CIES)2005.

RESENDE, S. M. Uma década de avanço em Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil. In: SADER, E. (org.). 10 anos de governos pós-neoliberais no Brasil: Lula e Dilma.– São Paulo, SP: Boitempo: Rio de Janeiro. FLACSO Brasil 2013. p. 265-283.

SALLES FILHO, S. Política de Ciência e Tecnologia no II PBDCT (1976). Revista Brasileira de Inovação, v.2, n.1, 2003. p.179-211.

SANTOS, E. Internacionalização da educação superior nos marcos da integração regional da América Latina: o caso da Universidade Federal da Integração Latino-Americana. EccoS – Rev. Cient., São Paulo, n. 42, p. 57-84, jan./abr. 2017.

SCHWARTZMAN, S. Ciência e Tecnologia na Década Perdida: o que aprendemos? In: SOLA, L.; PAULANI, L. M. Lições da Década de 80. São Paulo: EDUSP–UNRISD, 1995. p.241-266.

USAID. United States Agency for International Development. Disponível em:https://www.stive.com.br/4405-agencia-dos-estados-unidos-para-o-desenvolvimento-internacional-united-states-agency-for-international-development.htm. Acessado em 15/07/2017




DOI: https://doi.org/10.24115/S2446-6220201733396p.133-146

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Esta obra está licenciado com uma Licença CreativeCommons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

ISSN:2446-6220

Indexadores/Indexing

 SEER - Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas *Google Acadêmico * Worldcat - Laplage em Revista * Diadorim * DOAJLatindex *Journal TOCS  *Livre - Revistas de Acesso Livre *Sumarios.org  *Portal de Periódicos CAPES/MEC *Open Academic Journal Index - OAJI *BASE - Bielefeld Academic Research Engine *Portal de Periódicos da UFSCAR *REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) *MIAR- Information Matrix for the Analysis of Journals *Catálogo Colectivo do Reino Unido (COPAC) *ZDB - Catálogo Coletivo (Alemanha) *SHERPA ROMEO - Open Acess to research *Ulrichweb Global Serials Directory *RCAAP -Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal *ERIH PLUS - European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences *ROAD - Directory of Open Acess Schorlay Resources *ISSN - International Standard Serial Number  (international Centre) - CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - Clarivate Analytics (WEB OF SCIENCE)- Edubase (SBU/UNICAMP) - IRESIE - REDALYC