Educação não-escolar no desenvolvimento de medidas socioeducativas em instituições de internação para jovens em conflito com a lei

Julio Cesar Francisco, Renata Sieiro Fernandes

Resumo


Este artigo aborda a educação não escolar como campo de ações socioeducativas. A problemática investigada é a dos jovens em conflito com a lei e institucionalizados e a reorientação das práticas socioeducativas para uma formação humanizadora. O objetivo reside em apresentar e refletir sobre alguns desafios e conflitos internos do sistema socioeducativo de privação da liberdade, apontando possibilidades educativas para o campo da educação não escolar. Metodologicamente, o artigo vale-se de uma pesquisa bibliográfica e de campo. Considera, na conclusão, a necessidade da participação do jovem em processos educativos em liberdade, na comunidade, em vista de uma cultura da paz.

Palavras-chave


Educação não escolar; Jovens em conflito com a lei; Ações socioeducativas.

Texto completo:

PDF

Referências


AFONSO, Almerindo Janela. Sociologia da educação não escolar: reactualizar um objecto ou construir uma nova problemática? In: ESTEVES, António Joaquim; STOER, Stephen (Orgs.). A sociologia na escola. Porto: Afrontamento, 1992, p.81-96.

AMIN, Andréa Rodrigues. Evolução histórica do direito da criança e do adolescente. In: MACIEL, Kátia Regina Ferreira Lobo Andrade (Org.). Curso de direito da criança e do adolescente: aspectos teóricos e práticos. Rio de Janeiro: Saraiva, 2013, p. 3 - 10.

ANDREWS, George Reid. Negros e brancos em São Paulo (1888 – 1988). Bauru: São Paulo: EDUSC, 1998.

ANTÍDOTO. Seminário Internacional de ações culturais em zonas de conflito. São Paulo: Itaú Cultural, 2008.

BERTIN, Enidelce. Sociabilidade negra na São Paulo do século XIX. Cadernos de Pesquisa. Cdhis, Uberlândia, v.23, n.1, p. 115-132, jan./jun. 2010.

BORBA, Patrícia Leme Oliveira; LOPES, Roseli Esquerdo; MALFITANO, Ana Paula S. Trajetórias escolares de adolescentes em conflito com a lei: subsídios para repensar políticas educacionais. Ensaio: aval.pol.públ.Educ., Rio de Janeiro, v.23, n.89, p.937-963, Dez. 2015. Disponível em: . Acesso em: 15 Mai. 2017.

BOURDIEU, Pierre. Capital simbólico e classes sociais. Novos estudos. - CEBRAP, São Paulo, 2013. Disponível em: . Acesso em: 10 Jun. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-33002013000200008.

BRASIL. Lei 12.594, de 18 de janeiro de 2012. Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (SINASE). Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12594.htm>. Acesso em 02 dez 2016.

BRASIL. Presidência da República. Secretaria dos Direitos Humanos (SDH). Levantamento anual SINASE 2013: privação e restrição de liberdade. Brasília – DF: Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República, 2015.

BRASIL. Lei 8.069, de 13 de julho de 1990. Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8069.htm>. Acesso em: 28 nov 2015.

CASTEL, Robert. As metamorfoses da questão social: uma crônica do salário. Tradução de Iraci D. Poleti. 8ª Edição. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

CROSWELL, John. W. Projeto de Pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2ª Edição. Porto Alegre – RS: Artmed, 2007.

DUSCHATZKY, Silvia; SZTULWARK, Diego. Imágenes de lo no escolar: en la escuela y más allá. Buenos Aires: Paidós, 2011.

FRANCISCO, Julio Cesar; LUIGI, André Santos. Tratamento e institucionalização de crianças e adolescentes no brasil: breve resenha histórica. Revista de Ciências da Educação, Americana - SP, ano XVII, n. 33, p. 127-147, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 Jun. 2017.

FRANCISCO, Julio Cesar; MARTINS, Marcos Francisco. Adolescentes em privação de liberdade na Fundação CASA – Sorocaba, SP: ato infracional e processo educativo. Série Estudos – Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, Campo Grande – MS, nº 38, jul./dez. 2014, p. 183 – 201.

FRANCISCO, Julio Cesar; MARTINS, Marcos Francisco. Perspectivas da Educação Não Escolar no Trato com Jovens Infratores. Educacao & Realidade, Porto Alegre, v. 42, nº1, jan./mar. 2017, p. 283-297. Disponível em: . Acesso em: 10 Jun. 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Porto: Afrontamento, 1972.

GARCIA, Valeria Aroeira. Educação não formal como acontecimento. Holambra: Ed. Setembro, 2015.

GROPPO, Luís Antônio. Um esboço sobre a gênese do campo das práticas socioeducativas no Brasil: aplicação da noção de campo social de Bourdieu. Série-Estudos - Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, Campo Grande, MS, n. 35, jan./jun. 2013, p. 59-78. Disponível em: . Acesso em: 12 Jun. 2017.

MACHADO, Maria Helena Pereira Toledo. O Plano e o Pânico: Os Movimentos Sociais na Década da Abolição. Rio de Janeiro: Editora EFRJ, EDUSP, 1994.

PALHARES, José Augusto. Centralidades e periferias em sociologia da educação. Disponível em: . Acesso em 02 dez. 2016.

PALHARES, José Augusto. Reflexões sobre o não-escolar na escola e para além dela. Revista Portuguesa de Educação, Universidade de Minho, 22(2), p. 53-84, 2009.

PAULA, Paulo Afonso Garrido. Ato Infracional e Natureza do Sistema de Responsabilização. In: ILANUD; ABMP; SEDH; UNFPA (Orgs). Justiça, Adolescente e Ato infracional: socioeducação e responsabilização. São Paulo: ILANUD, 2006. p. 25 – 48.

RODRIGUES, Laura Ribeiro. Abrace a vida. In: Antídoto. Seminário Internacional de ações culturais em zonas de conflito. São Paulo: Itaú Cultural, 2008, p. 43-49.

ROJAS, Rodrigo Montoya. A origem dos conflitos. In: Antídoto. Seminário Internacional de ações culturais em zonas de conflito. São Paulo: Itaú Cultural, 2008, p. 11-15.

RUSCHE, Georg; KIRCHHEIMER, Otto. Punição e estrutura social. 2ª Edição. Rio de Janeiro – RJ: Instituto Carioca de Criminologia e Editora Revan, 2004.

SILVA, Inez Maria de Jesus; SANTOS, Nadja Maria; MELO, Rosana Alves. Contexto de vida de adolescentes em período de reclusão. Revista Multidisciplinar e de Psicologia. 2016. Disponível em: https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/view/507/738 >. Acesso em: 06 Jun. 2017.

VINCENT, Guy; LAHIRE, Bernard; THIN, Daniel. Sobre a história e a teoria da forma escolar. Educação em Revista, Belo Horizonte/MG: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, n. 33, jun. 2001, p. 7-47.

WRIGHT, Erik Olin. Análise das Classes Sociais. Revista Brasileira de Ciência Política, nº 17, p. 121-163, 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 Jun. 2017.




DOI: https://doi.org/10.24115/S2446-6220201733356p.221-234

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Esta obra está licenciado com uma Licença CreativeCommons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

ISSN:2446-6220

Indexadores/Indexing

 SEER - Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas *Google Acadêmico * Worldcat - Laplage em Revista * Diadorim * DOAJLatindex *Journal TOCS  *Livre - Revistas de Acesso Livre *Sumarios.org  *Portal de Periódicos CAPES/MEC *Open Academic Journal Index - OAJI *BASE - Bielefeld Academic Research Engine *Portal de Periódicos da UFSCAR *REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) *MIAR- Information Matrix for the Analysis of Journals *Catálogo Colectivo do Reino Unido (COPAC) *ZDB - Catálogo Coletivo (Alemanha) *SHERPA ROMEO - Open Acess to research *Ulrichweb Global Serials Directory *RCAAP -Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal *ERIH PLUS - European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences *ROAD - Directory of Open Acess Schorlay Resources *ISSN - International Standard Serial Number  (international Centre) - CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - Clarivate Analytics (WEB OF SCIENCE)- Edubase (SBU/UNICAMP) - IRESIE - REDALYC