OS SOFTWARES SOCIAIS E A WEB 2.0 COMO ESPAÇOS MULTIRREFERENCIAS EM PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

Simone Lucena, Arlene Araújo Domingues Oliveira

Resumo


Este artigo tem como objetivo compreender as potencialidades dos softwares sociais da web 2.0 utilizados no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) do curso de Pedagogia na formação dos bolsistas de iniciação à docência. A pesquisa é de natureza qualitativa com inspiração epistemológica na abordagem multirreferencial. Durante a formação no Pibid foram utilizados diferentes software sociais e interfaces da web 2.0 dentre elas os diários online, o Facebook e o WhatsApp Messenger. Como resultado foi observado que os sujeitos da pesquisa, passaram a utilizar estes aplicativos como outro espaçotempo de formação. Um espaço multirreferencial com possibilidades de socializar, interagir e narrar instantaneamente todas as ações desenvolvidas nos diferentes ambientes de aprendizagem, pois os softwares sociais na web 2.0 potencializam que as pessoas criem, partilhem e divulguem suas autorias em forma de texto, áudio, imagem e vídeo.


Palavras-chave


Software sociais. Iniciação à docência. Espaços multirreferenciais.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, N. Decifrando o pergaminho - os cotidianos nas escolas nas lógicas das redes cotidianas. In: GRACIA, A. OLIVEIRA, I. B. (Orgs.). Nilda Alves: praticantepensantes de cotidiano. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

AMANTE, L. Facebook e novas sociabilidades: contributos da investigação. In: PORTO, C.; SANTOS, E. (Orgs.). Facebook e Educação: publicar, curtir, compartilhar. Salvador: EDUFBA, 2014.

ARDOINO. Ja. Abordagem multirreferencial (plural) das situações educativas e formativas. In: BARBOSA, J. G. (Org.). Multirreferencialidade nas Ciências e na Educação. São Carlos: EDUFSCar, 1998.

CARIBÉ, J. C. Manifesto da Cultura Livre. Disponível em: http://www.culturadigital.br/caribe/category/ciberativismo/page/2/ Acesso em 20 de maio de 2017.

CASTELLS, M. Sociedade em rede (a era da informação: economia, sociedade e cultura). São Paulo: Paz e Terra, 1999

CERTEAU, M. de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petropólis-RJ: Editora Vozes, 2011.

COULON, A. Etnometodologia e Multirreferencialidade. In: BARBOSA, J. G (Org). Multirreferencialidade nas Ciências e na Educação. São Carlos: EDUFSCar, 1998.

GIL, H. T. A passagem da WEB 1.0 para a Web 2.0 e WEB 3.0: potenciais consequências para uma «humanização» em contexto educativo. Educatic: boletim informativo, 2014 - repositorio.ipcb.pt

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional – formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Editora Cortez, 2005.

LUCENA, S. Culturas digitais e tecnologias móveis na educação. In: Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 59 p. 277-290, jan./mar. 2016.

LUCENA, S.; PEREIRA, S. C. e OLIVEIRA, A. D. Redes e fluxos na iniciação à docência: o WhatsApp Messenger como espaçotempo de formação no Programa Institucional de Iniciação à docência. In: COUTO, E.; PORTO, C.; SANTOS, E. (Orgs.). App-learning: experiências de pesquisa e formação. Salvador: Edufba, 2016.

LUCENA, S.; LESSA, L. L. As potencialidades das tecnologias móveis para a educação. In: PORTO, C.; VERSUTI, A. (Orgs.). Multiplicidades e redimencionamentos na educação contemporânea. Salvador: EDUFBA, 2014.

LUCENA, S. Educação e TV Digital: situação e perspectiva. Maceió, Edufal, 2012.

RECUERO, R. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulinas, 2009

SANTAELLA, L. Linguagens líquidas na era da mobilidade. São Paulo: Paulus, 2007.

SANTAELLA, L. A ecologia pluralista da comunicação: a conectividade, mobilidade, ubiquidade. São Paulo: Paulus, 2010.

SANTOS, E. Pesquisa-Formação na Cibercultura. Santo Tirso - Portugal. Editora Whitebooks, 2014.

SILVA, A. de S. Arte e tecnologias móveis hibridizando espaços públicos. In: PARENTE, A. (org). Tramas da rede: novas dimensões filosóficas, estéticas e políticas da comunicação. Porto Alegre: Sulinas, 2013.




DOI: https://doi.org/10.24115/S2446-6220201732349p.34-46



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Esta obra está licenciado com uma Licença CreativeCommons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

ISSN:2446-6220

Indexadores/Indexing

 SEER - Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas *Google Acadêmico * Worldcat - Laplage em Revista * Diadorim * DOAJLatindex *Journal TOCS  *Livre - Revistas de Acesso Livre *Sumarios.org  *Portal de Periódicos CAPES/MEC *Open Academic Journal Index - OAJI *BASE - Bielefeld Academic Research Engine *Portal de Periódicos da UFSCAR *REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) *MIAR- Information Matrix for the Analysis of Journals *Catálogo Colectivo do Reino Unido (COPAC) *ZDB - Catálogo Coletivo (Alemanha) *SHERPA ROMEO - Open Acess to research *Ulrichweb Global Serials Directory *RCAAP -Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal *ERIH PLUS - European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences *ROAD - Directory of Open Acess Schorlay Resources *ISSN - International Standard Serial Number  (international Centre) - CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - Clarivate Analytics - Edubase (SBU/UNICAMP)