SUCESSO E EVASÃO EM CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO A DISTÂNCIA

Gisele Grinevicius Garbe, Monica Parente Ramos, Daniel Sigulem

Resumo


O estudo investiga fatores associados à aprovação de alunos em cursos de especialização oferecidos na modalidade de educação a distância pela Universidade Federal de São Paulo por meio do Sistema Universidade Aberta do Brasil. Aplicou-se um instrumento de pesquisa para investigação dos seguintes fatores associados ao sucesso dos alunos nos cursos: experiência, interesse, relevância para atividade profissional, organização, satisfação e adequação. Os dados coletados foram submetidos à análise estatística para que a associação dos fatores ao sucesso dos alunos nos cursos pudesse ser avaliada. Os resultados obtidos indicaram que o fator organização foi o principal preditor de sucesso, sendo que também se mostraram associados à aprovação nos cursos os fatores experiência e a categoria curso ofertado na modalidade a distância. Entende-se que os resultados alcançados contribuem para o entendimento do fenômeno evasão em cursos superiores na modalidade de educação a distância.


Palavras-chave


Educação a distância. Evasão em educação a distância. Sucesso em educação a distância. Planejamento em educação a distância. Ensino superior.

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAD, G.; CARVALHO, R. S.; ZERBIBI, T. Evasão em curso via internet: explorando variáveis explicativas. RAE-eletrônica, v.5, n. 2, 2006. Disponível em . Acesso em: 23 mai. 2017.

ABBAD, G. ; ZERBINI, T. ; SOUZA, D. B. L. Panorama das pesquisas em Educação a distância no Brasil. Estudos de Psicologia (UFRN), v. 15, p. 291-298, 2010. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/epsic/v15n3/a09v15n3.pdf>. Acesso em: 23 mai. 2017.

ABED. Associação Brasileira de Educação a Distância. Censo EAD.BR: relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil. São Paulo: Longman do Brasil, 2012.

ALMEIDA, O. C. S.; ABBAD, G.; MENESES, P. P. M.; ZERBINI, T. Evasão em cursos a distância: fatores influenciadores. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v.14, n. 1, 2013. Disponível em . Acesso em: 23 mai. 2017.

BELLONI, M. L. Educação a distância. 4a ed. Campinas: Autores Associados, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. LDB - Lei nº 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: MEC, 1996.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Censo da educação superior: 2014: resumo técnico. Brasília: Inep, 2002. Disponível em: . Acesso em: 17 mai, 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto nº 5622 de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei no 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: MEC, 2005.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto nº 5800 de 8 de junho de 2006. Dispõe sobre o Sistema Universidade Aberta do Brasil. Brasília: MEC, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Referenciais de Qualidade para a Educação Superior a Distância. Brasília: MEC, 2007. Disponível em < http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf>. Acesso em: 23 mai, 2017.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Censo da educação superior: 2014: resumo técnico. Brasília: Inep, 2017. Disponível em: . Acesso em: 16 mai, 2017.

CISLAGHI, R. Um modelo de sistema de gestão do conhecimento em um framework para a promoção da permanência discente no ensino de graduação. 2008. 258f. Tese (Doutorado em Engenharia e Gestão do Conhecimento) – UFSC, Florianópolis.

COSTA, M. L. F. História e políticas públicas para o ensino superior a distância no Brasil: o Programa Universidade Aberta do Brasil em questão. Revista HISTEDBR On-line, n. 45, mar. 2012. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

CRAMPTON, A.; RAGUSA, A. T.; CAVANAGH, H. Cross-discipline investigation of the relationship between academic performance and online resource access by distance education students. In: Research in Learning Technology, vol. 20, 2012. Disponível em: . Acesso em: 23 mai, 2017.

FAVERO, R. V. M.; FRANCO, S. R. K. Um estudo sobre a permanência e a evasão na Educação a Distância. RENOTE – Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 4, n. 2, 2006. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

HOLDER, B. An investigation of hope, academics, environment, and motivation as predictors of persistence in higher education online programs. The Internet and Higher Education, v. 10, n. 4, 2007. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

LEVY, Y. Comparing dropouts and persistence in e-learning courses. Computers & Education, v. 48, n. 2, 2007. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

LYKOURENTZOU, I.; GIANNOUKOS, I.; NIKOLOPOULOS, V.; MPARDIS, G.; LOUMOS, V. Dropout prediction in e-learning courses through the combination of machine learning techniques. Computers & Education, v. 53, n. 3, 2009. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

MARTINS, R. X.; SANTOS, T. L. P.; FRADE, E. G.; SERAFIM, L. B. Por que eles desistem? Estudo sobre evasão em cursos de licenciatura a distância. ESUD 2013 – X Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância. Disponível em < http://repositorio.ufla.br/bitstream/1/3127/1/EVENTO_Porque%20eles%20desistem.pdf>. Acesso em: 23 mai. 2017.

MORAN, J. M. A Gestão da Educação a Distância no Brasil. In: MILL, D, PIMENTEL, N. (Orgs.) Educação a Distância: desafios contemporâneos. São Carlos: Editora Universidade Federal de São Carlos, 2010.

MOTA, R.; CHAVES FILHO, H.; CASSIANO, W. S. Universidade Aberta do Brasil: democratização do acesso à educação superior pela rede pública de educação a distância. In: BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Desafios da educação a distância na formação de professores. Brasília: SEED, 2006. p.13-6.

PALLOFF, M. R.; PRATT, K. O aluno virtual: um guia para trabalhar com estudantes on-line. Porto Alegre: Artmed, 2004. p.23-35.

PARK, J. H.; CHOI, H. J. Factors influencing adult learners’ decision to drop out or persist in online learning. Education Technology & Society, v. 12, n. 4, 2009. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

PARK, J. H. Factors related to learner dropout in online learning. In: INTERNATIONAL RESEARCH CONFERENCE IN THE AMERICAS, 2007, Indianapolis. Meeting Papers, Indianapolis: Academy of Human Resource Development , 28 fev. – 4 mar. 2007. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

RIBEIRO, G. O.; SILVA, T. E. V.; NUNES, A. O.; PINTO, F. A. P.; VASCONCELOS, F. H. L. Perspectivas para a Redução da Evasão em EaD a partir da Avaliação da Qualidade do Ensino Online. CBIE 2014 – 3º Congresso Brasileiro de Informática na Educação. Disponível em < http://br-ie.org/pub/index.php/wie/article/view/3126/2634>. Acesso em: 23 mai. 2017.

STREET, H. Factors influencing a learner’s decision to drop-out or persist in higher education distance learning. Online Journal of Distance Learning Administration, v. 13, n. 4, 2010. Disponível em: < https://www.westga.edu/~distance/ojdla/winter134/street134.html>. Acesso em: 01 ago. 2016.

TEIXEIRA, A. Ainda a deficiência estrutural do projeto nacional de educação. In: _____. Ensino superior no Brasil – análise e interpretação de sua evolução até 1969. Rio de Janeiro: Editora Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2005. p.169-79.

TINTO, V. Conclusions. In: TINTO, V. Leaving College: Rethinking the causes and cures of student attrition. 2a ed. Chicago: The University of Chicago Press, 1993. p.204-212.

UAB. Universidade Aberta do Brasil. Brasília: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Brasília: CAPES, 2008. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

WILLGING, P. A.; JOHNSON, S. D. Factors that influence students’ decision to dropout of online courses. Journal of Asynchronous Learning Networks, v. 13, n. 3, 2009. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

XENOS, M.; PIERRAKEAS, C.; PINTELAS, P. A survey on student dropout rates and dropout causes concerning the students in the Course of Informatics of the Hellenic Open University. Computers & Education, v. 39, n. 4, 2002. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2016.

ZERBINI, T. Avaliação da transferência de treinamento em cursos a distância. 305f. Tese (Doutorado em Psicologia) – UnB, Brasília, 2007.




DOI: https://doi.org/10.24115/S2446-6220201732343p.77-93



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Esta obra está licenciado com uma Licença CreativeCommons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

ISSN:2446-6220

Indexadores/Indexing

 SEER - Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas *Google Acadêmico * Worldcat - Laplage em Revista * Diadorim * DOAJLatindex *Journal TOCS  *Livre - Revistas de Acesso Livre *Sumarios.org  *Portal de Periódicos CAPES/MEC *Open Academic Journal Index - OAJI *BASE - Bielefeld Academic Research Engine *Portal de Periódicos da UFSCAR *REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) *MIAR- Information Matrix for the Analysis of Journals *Catálogo Colectivo do Reino Unido (COPAC) *ZDB - Catálogo Coletivo (Alemanha) *SHERPA ROMEO - Open Acess to research *Ulrichweb Global Serials Directory *RCAAP -Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal *ERIH PLUS - European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences *ROAD - Directory of Open Acess Schorlay Resources *ISSN - International Standard Serial Number  (international Centre) - CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - Clarivate Analytics - Edubase (SBU/UNICAMP)