TRABALHO E ADOECIMENTO DO PROFESSOR DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO INTERIOR DA BAHIA

Benedito Eugenio, Raquel Souzas, Angela Dias Di Lauro

Resumo


O artigo apresenta os resultados de pesquisa exploratória acerca da saúde e do adoecimento docente em um município do interior do Estado da Bahia. Para a realização desta pesquisa optamos pela abordagem qualitativa de investigação, buscando assim uma maior compreensão do processo de adoecimento desses profissionais. Foram aplicados questionários e realizadas entrevistas para a construção dos dados. O estudo evidencia que a saúde do professor está comprometida, problemas de ordem física (bursites, tendinites, problemas da voz, problemas de pressão) e emocional (estresse, angústia, desânimo, apatia, impaciência, entre outros, que caracterizam o mal-estar docente) sendo que os últimos são os que mais acometem esses profissionais. Constatamos também que muitos professores, embora estejam doentes, continuam atuando em sala de aula e que abandonar a profissão é um desejo latente nesses profissionais que atuam em ambiente competitivo e estressante. 


Palavras-chave


Saúde. Adoecimento docente. Condições de trabalho.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSUNÇÃO, Ada; OLIVEIRA, Dalila A. Intensificação do trabalho e saúde dos professores. Educação e Sociedade, vol. 30, n. 107, p.349-372, 2009.

BASTOS, Josane Aparecida Quintão Romero. O mal-estar docente, o adoecimento e as condições de trabalho no exercício do magistério, no ensino fundamental de Betim/MG. Dissertação de Mestrado em Educação. PUC/MG, Belo Horizonte, 2009.

BRASIL. IPEA. Jornada de trabalho parcial no Brasil. Brasília: IPEA, 2016.

CAMPOS, Maria Clara do Amaral. O afastamento da sala de aula e o percurso profissional de professores de uma escola da rede estadual de Belo Horizonte. Dissertação (Mestrado em Educação). PUC/MG, Belo Horizonte, 2009.

CARLOTTO, Mary S.; PIZZINATO, Adolfo. Avaliação e interpretação do mal-estar docente: um estudo qualitativo sobre a Síndrome de Burnout. Revista Mal-estar e Subjetividade, vol.13, n.01, p. 195-220, 2013.

CRUZ, Roberto M.et al. Saúde docente, condições e carga de trabalho. Revista Electrônica de Investigación y Docência, n.4, vol.01, p. 147-160, 2010.

ESTEVE, José M. Mal-estar docente: a sala de aula e a saúde dos professores. São Paulo: Edusc, 1999.

GASPARINI, Sandra M.; BARRETO, Sandhi M.; ASSUNÇÃO, Ada A. O professor, as condições de trabalho e os efeitos sobre sua saúde. Educação e Pesquisa, vol.31, n.02, p. 189-199, 2005.

LUDKE, Menga; ANDRÉ, Marli. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

SANCHES, Ana P. R.; GAMA, Renata P. O mal-estar docente no contexto escolar: um olhar para a produção acadêmica brasileira. Laplage em Revista, vol.2, n. 3, p.149-162, 2016.

SILVA, Andreia F. Políticas de accountability na educação básica brasileira: um estudo do pagamento de docentes por desempenho. RBPAE, vol.32, n.2, p. 509-526, 2016.

SORATTO, Lúcia; RAMOS, Fernando. Burnout e relações sociais no trabalho. In: CODO, Wanderley (Coord). Educação: carinho e trabalho- burnout, a síndrome da desistência do educador, que pode levar à falência da educação. Petrópolis: Vozes/ Brasília: CNTE, 2006.

SOUZA, Aparecida N.; LEITE, Márcia P. Condições de trabalho e suas repercussões na saúde dos professores da educação básica no Brasil. Educação e Sociedade, v.32, n.117, p.1105-1121, 2011.

TRIVIÑOS, Augusto N. S. Introdução à pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

VIANELLO, L.; ASSUNÇÃO, Ada; GAMA, A.C.C. Estratégias implementadas para enfrentar as exigências vocais da sala de aula: o caso das professoras readaptadas por disfonia. Revista Distúrbios da Comunicação Humana, v.20, n.2, p.163-170, 2008.




DOI: https://doi.org/10.24115/S2446-6220201732325p.179-194



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

 

Esta obra está licenciado com uma Licença CreativeCommons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

ISSN:2446-6220

Indexadores/Indexing

 SEER - Sistema de Editoração Eletrônica de Revistas *Google Acadêmico * Worldcat - Laplage em Revista * Diadorim * DOAJLatindex *Journal TOCS  *Livre - Revistas de Acesso Livre *Sumarios.org  *Portal de Periódicos CAPES/MEC *Open Academic Journal Index - OAJI *BASE - Bielefeld Academic Research Engine *Portal de Periódicos da UFSCAR *REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico) *MIAR- Information Matrix for the Analysis of Journals *Catálogo Colectivo do Reino Unido (COPAC) *ZDB - Catálogo Coletivo (Alemanha) *SHERPA ROMEO - Open Acess to research *Ulrichweb Global Serials Directory *RCAAP -Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal *ERIH PLUS - European Reference Index for the Humanities and the Social Sciences *ROAD - Directory of Open Acess Schorlay Resources *ISSN - International Standard Serial Number  (international Centre) - CLASE - Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades - Clarivate Analytics - Edubase (SBU/UNICAMP)